sábado, 7 de fevereiro de 2015

Resenha - O Deus que eu Experimento

Oi gente, tudo bem?

Quarta vocês conferiram a resenha do Marcos sobre o livro Diário do Silêncio da Editora NovaTerra. Fiquei curiosa para conhecer a história da aparição de Nossa Senhora e logo vou pegar o livro emprestado com ele para eu poder ler também!

Hoje é dia de conversarmos sobre outro livro da Editora NovaTerra, desta vez, O Deus que eu Experimento, de Salathiel de Souza.

O que diz a contracapa:


"Conhecer a Deus não basta: até o diabo conhece o Criador. É preciso aceitar os preceitos divinos de acordo com eles. É necessário estar aberto a esta experiência de Deus. Hoje as pessoas rejeitam a Deus porque não O experimentaram. Se pudessem, descobririam Alguém que nunca rejeitariam novamente.

A proposta aqui é partilhar experiência que tive na minha busca por DEUS. situações que me fizeram sentir amado, consolado e cuidado pelo Criador, que, desde antes do ventre materno, já me conhecia e amava. Você também pode experimentar o amor e o poder de Deus na sua vida, basta dar o primeiro passo na direção certa."


O que eu achei:

O livro é super simples e curtinho, você consegue ler em apenas uma tarde.

Quem me acompanha sabe que eu sou católica e gosto de livros relacionados com a minha fé. Quando recebi "O Deus que eu experimento" da Editora NovaTerra para resenhar eu não sabia que tinha sido escrito por alguém que compartilha da mesma religião que eu, mas, mesmo assim, estava animada para iniciar a leitura! Gosto de entender e conhecer a forma como outras pessoas enxergam Deus e acredito que, muitas vezes, Deus usa do testemunho de outras pessoas para aumentar a nossa fé.

O autor é seminarista então pude me identificar com algumas passagens, como o capítulo que ele conta sobre a Jornada Mundial da Juventude (eu estive lá e foi um dos momentos mais emocionantes da minha vida).

Mas, mesmo que não fosse, eu conseguiria me identificar com o livro da mesma forma. Salathiel não quer converter o leitor ao seu ponto de vista ou à sua religião. Os capítulos são divididos em testemunhos pessoais de vezes que ele se sentiu cuidado por Deus e sei que cada um de nós já tivemos esses momentos, independente da nossa crença.

O livro me fez refletir que nós somos amados e cuidados por Deus 24 horas por dia, mas são poucos os minutos que realmente nos damos conta disso. Toda a nossa vida é um grande testemunho do amor e do cuidado de Deus conosco, mas reservamos alguns episódios especiais no nosso coração quando conseguimos sentir isso de forma mais concreta e o livro é um compilado desses momentos especiais na vida do autor.

Eu recomendo a leitura, principalmente como forma de fortalecimento da fé. Deus está conosco sempre e, lendo as histórias de Salathiel, tenho certeza que fará você recordar dos seus próprios momentos especiais com Deus.

Esse é um livro especial e espero que gostem!!

Com carinho,







Dados do livro:

Nome: O Deus que eu Experimento
Autor: Salathiel de Souza
Editora: NovaTerra
Páginas: 58





6 comentários:

  1. Olá, Mari. Confesso que esse não é tipo de livro que me atrai. Nunca fui muito fã de livros que tratem essencialmente sobre religião. A sua resenha está ótima, tenho certeza de que irá despertar o interesse de quem gosta do tema.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Oi Mari, tudo bem?

    Não conhecia este livro, mas gostei da sua opinião sobre ele. Geralmente fujo de livros sobre religião quando não conheço o autor, mas este parece ser muito bom.

    Obrigada pela dica :)

    Beijos.


    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/


    Participem do -- Top Comentarista de Fevereiro--

    ResponderExcluir
  3. Mari, tudo bem?
    Como você, também sou católica, mas nunca li livros mais religiosos.
    Esse livro me fez lembrar de uma pessoa muito especial pra mim, que está num momento de negação à Deus, à Bíblia e à religião...
    Gostei dessa dica de livro, estou pensando em ler e também em dar de presente!
    Beeeeeijo
    http://pretobrilhante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Mari, tudo bem?
    Achei incrível a sua resenha, não conhecia o livro mas me interessei, gostei muito da parte em que falou "Deus usa do testemunho de outras pessoas para aumentar a nossa fé" eu concordo super com você, e por ser uma leitura rápida, seria uma ótima opção para presentar também, adorei. E você já leu A Cabana? beijos Lost Words

    ResponderExcluir
  5. Realmente ele deve ser maravilhoso, já até adicionei na minha lista. Como moro longe dos meus pais (eles em SP e eu em MG), uma das coisas que mais me doeu foi ter que deixar a igreja e sair do coral de jovens. Frequento outras, mas nada é igual como a sede, sou evangélica.
    O livro me lembrou A Cabana, que tenho quase certeza de que você já leu hahaha. E acredito que O Deus que eu experimento deve ser no mesmo estilo de leitura que A Cabana.

    Beijos, Gabi

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Gosto muito das suas resenhas, e admiro muito a maneira como escreve.
    Admito que o livro não me chamou muita a atenção, por seu um gênero que não curto muito, mas pelo que vi parece ser um ótimo livro e recomendaria para várias pessoas.

    Beijos
    www.gemices.com.br

    ResponderExcluir

Amigos leitores, sintam-se a vontade para comentar o post. Peço que, por favor, ao tecerem os comentários, não utilizem palavras e expressões que possam ofender os demais. Obrigada.