quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Resenha - Eleanor e Park

Olá leitores, tudo bem?

Já algum tempo eu venho desejando (e muito) o livro Eleanor e Park. Sempre deixava para depois a compra e acabava passando algum outro livro na frente.

Até que no mês de setembro a sorte sorriu para mim e eu ganhei o livro no Top Comentarista do blog da Patty Santos, o Coração de Tinta. Imaginem só a minha alegria!!

Semana passada o livro chegou na minha casa. Estava terminando a leitura de Bem-casados e já coloquei Eleanor e Park como próximo da fila, não podia mais esperar!

Sábado estive em Cruzeiro-SP para ver o namorado e no retorno para casa decidi começar a ler o livro. Não costumo ler em viagens, acabo passando mal e nunca dá certo. Dessa vez eu sequer lembrei que estava dentro de um ônibus, foi aí que eu percebi que tinha sido fisgada pela história.


Tentando tirar uma foto decente no ônibus! Ao fundo o Rio Paraíba do Sul.


O que diz a contracapa:

Eleanor & Park


Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.


*sinopse retirada da página do livro no Skoob






O Que eu achei:

Não consegui deixar o livro de lado, literalmente. Desde a primeira página eu queria saber o que aconteceria com os personagens e só parei mesmo quando o livro acabou. Meu quarto ficou claro com os primeiros raios de sol de domingo, dalí a pouquíssimas horas eu já tinha que levantar e ir votar, mas a vontade de saber mais e mais sobre a história foi maior do que a consciência que eu tinha de que precisava dormir. Já aconteceu com vocês?

Não sei nem por onde começar a falar sobre Eleanor e Park. O livro é singelo, encantador, me conquistou nas primeiras linhas e hoje é um dos meus favoritos.

Park decidiu que seria melhor não ser notado no ônibus a caminho da escola. Logo tiraria a sua carteira de motorista e não precisaria mais enfrentar aquela hora em que era obrigado a colocar o fone de ouvido no máximo para não escutar as besteiras os alunos do fundo do ônibus falavam. Ninguém implicava com ele e, para ele, era mais do que suficiente.

Até que um dia uma menina diferente entra no ônibus. Era a primeira vez que ela iria para aquela escola e a primeira impressão que causou nos colegas (inclusive em Park) não foi nada boa. Eleanor ficou parada no começo do ônibus tentando encontrar um lugar para sentar (já que, segundo os alunos, todos os lugares já estavam reservados).

De forma rude, e para evitar que Eleanor permanecesse em pé o resto do caminho (o que não estava deixando a motorista do ônibus escolar nada satisfeita), Park escorregou para a janela e cedeu espaço em seu banco para Eleanor.

Durante muitos dias o caminho até a escola era silencioso naquele banco. Eleanor sempre mantinha ao menos 15 centímetros de distância entre ela e Park e os colegas de escola escolheram Eleanor como novo alvo de brincadeiras e zoações. Park não queria ser visto com ela, então se mantinha calado e saía do ônibus o mais depressa possível.

Aos poucos Park reparou que Eleanor escorregava os olhos para os seus gibis e o gelo entre os dois foi quebrado. Eu amei acompanhar a evolução do relacionamento deles, de completamente desconhecidos (e calados) a amigos e, por fim, a apaixonados.

Nada que eu disser aqui será possível descrever o quão sutil e incrível a autora foi ao escrever a história de Eleanor e Park, nós leitores somos transportados para o mundo deles e só existia Eleanor, Park e o banco do ônibus.

Adorei quando o gelo foi quebrado e a amizade entre os dois começou a surgir. Meu coração acelerou quando eles, finalmente, se apaixonaram!

Me revoltei com a família de Eleanor e me compadeci de seu sofrimento. Uma casa pequena, cinco filhos, uma mãe controlada pelo padrasto violento. O oposto da família de Park, com uma casa bonita e pais que o amavam.

Me apaixonei por Park, que se mostrou protetor, amigo, sensível e uma ótima companhia. Conseguiu tirar Eleanor da sua tristeza e conseguiu fazer com que ela quebrasse um pouco daquele "muro" que ela própria construiu para proteger sua história triste de quem não precisava saber. Eleanor permitiu que Park entrasse em seu mundo.

Os colegas de escola, ao elegerem Eleanor como alvo das zoações, nunca poderiam imaginar o porque ela era daquele jeito, o porque ela usava aquelas roupas estranhas e não conversava com ninguém. Park enxergou além e se apaixonou por Eleanor em razão de tudo o que ela era, incluindo as roupas.

O final (calma, não vou contar), partiu meu coração em mil pedacinhos. Queria mais Park, queria mais Eleanor... o livro acabou rápido demais!

Recomendo o livro a todos. Parece uma história boba de primeiro amor e paixão adolescente, mas não é! É uma linda história de amizade e companheirismo e eu gostaria muito que tivesse outros livros deles, porque as 328 páginas não foram suficientes e acabaram me deixando com uma baita ressaca literária.

Espero que gostem!

Com carinho, 
















Dados do Livro:

Nome: Eleanor e Park
Autor: Rainbow Rowell
Editora: Novo Século
Páginas: 328








14 comentários:

  1. Olá Mari, já faz um tempinho que esse está na minha lista mais falta grana kk
    Mais meu aniver ta perto se quiser aceito de presente kkk bjos

    ResponderExcluir
  2. Olá Mari, já faz um tempinho que esse está na minha lista mais falta grana kk
    Mais meu aniver ta perto se quiser aceito de presente kkk bjos

    ResponderExcluir
  3. Não é a primeira vez que eu vejo alguém apaixonado por esse livro, já faz um bom tempo que quero ler, mas como você estou sempre deixando ele de lado. Amo romances e esse parece ser um excelente. Leve e lindo.

    ResponderExcluir
  4. Aquele momento em que bate uma curiosidade.... sério. Gostei da resenha, deu aquela vontadezinha de ler, que sempre bate quando recomendam um livro pra gente.
    Muito em breve, espero, estarei com um exemplar aqui rs'

    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Oi Mari, tudo bom?
    Nossa, fiquei tão feliz lendo esse livro. Ele é tão singelo, tão lindo e tão bonito. Para mim foi uma das melhores leituras do ano e realmente me emocionou. A autora tem uma escrita limpa, simples e emocionante. Recomendadíssimo e concordo com o que você falou na resenha: o livro acaba rápido demais.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Linda resenha! Fiquei curiosa pra ler. Mais um pra listinha! Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi Mari

    Estava ansiosa para ver sua resenha afinal acompanhei sua virada noturna lendo esse livro, eu ja perdi o sono várias vezes a noite mas nunca por que estava lendo um livro muito bom e não conseguia parar de ler, acabei de trocar esse livro no skoob e estou me preparando para ler muito em breve :)

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  8. Mari você não imagina como eu tenho vontade de ler esse livro. Nunca vi alguém falar mal dele e fora isso, ele parece ser super fofo e super lindo. Preciso dele pra mim logo!

    ResponderExcluir
  9. Quando este livro foi lançado não muuuito feliz ! Pq realmente gostei bastante da historia!
    Quando foi dar uma olhada qual era o preço dele eu achei muuito cara e ainda tinha o frete ainda por cima! Por isso foi deixado de comprar e por isso ainda não tenho, mas vontade e que não falta... hoje vou dar uma olhada de quanto ele esta atualmente!

    ResponderExcluir
  10. A minha vontade de ler este livro é enorme, agora então aumentou 100% , na primeira oportunidade vou pegar ele para ler. Fiquei encantada com a resenha !!

    ResponderExcluir
  11. Também não conseguia parar de ler, esse livro tem um dos melhores finais, muito fofo!!!! Tô louco pra ler Fan Girl só pq também é da Rainbow!

    ResponderExcluir
  12. Já li muitas resenhas sobre esse livro, mas nenhuma transmitia tanta emoção quanto a sua! Senti a amizade e o amor que surge entre eles... Esse livro não estava entre as minhas leituras mais urgentes, mas agora definitivamente está! Tô louca pra ver essa evolução de completos desconhecidos que preferiam não serem vistos juntos a completamente apaixonados um pelo outro a ponto de enfrentar a família... E fiquei bem curiosa pra saber a profundidade dos problemas da Eleanor... Vou ler essa história o mais rápido possível!
    Kisses =*

    ResponderExcluir
  13. awn, estou louca pra ler. Ganhei o livro de aniversário em agosto, mas até agora não consegui pegá-lo. Agora ele já está ocupando a primeira posição das próximas leituras :) que capa fofa, né?!
    www.mundosdepapel.com

    ResponderExcluir
  14. Já estava na minha lista, mas agora está entre os primeiros. Que venha a Black Friday, vou me acabar comprando livros com a sua indicação.

    ResponderExcluir

Amigos leitores, sintam-se a vontade para comentar o post. Peço que, por favor, ao tecerem os comentários, não utilizem palavras e expressões que possam ofender os demais. Obrigada.