domingo, 12 de outubro de 2014

Resenha - Água para Elefantes

Amigos do Cantinho! Estou de volta!

E aí, como vocês estão passando o feriado da Padroeira? Espero que todos estejam bem!

Já estava com saudade de escrever para vocês! Estou particularmente feliz de ser Colunista do Cantinho!

Escrever sobre livros é agradável e me causa alegria.

Hoje eu venho dar uma resenha para vocês de um livro que eu li já há algum tempo. Mas ele permanece vivo na minha cabeça. A resenha de hoje é do livro Água para Elefantes, da autora norte-americana Sara Gruen.

O que diz a contracapa:


Desde que perdeu sua esposa, Jacob Jankowski vive numa casa de repouso, cercado por senhoras simpáticas, enfermeiras solícitas e fantasmas do passado. Por 70 anos Jacob guardou um segredo. Ele nunca falou a ninguém sobre os anos de sua juventude em que trabalhou no circo. Até agora.
Aos 23 anos, Jacob era um estudante de veterinária. Mas sua sorte muda quando seus pais morrem num acidente de carro. Órfão, sem dinheiro e sem ter para onde ir, ele deixa a faculdade antes de prestar os exames finais e acaba pulando em um trem em movimento - o Esquadrão Voador do circo Irmãos Benzini, o Maior Espetáculo da Terra.

Admitido para cuidar dos animais, Jacob sofrerá nas mãos do Tio Al, o empresário tirano do circo, e de August, o ora encantador, ora intratável chefe do setor dos animais.

É também sob as lonas dos Irmãos Benzini que Jacob vai se apaixonar duas vezes: primeiro por Marlena, a bela estrela do número dos cavalos e esposa de August, e depois por Rosie, a elefanta aparentemente estúpida que deveria ser a salvação do circo.

"Água para Elefantes" é tão envolvente que seus personagens continuam vivos muito depois de termos virado a última página. Sara Gruen nos transporta a um mundo misterioso e encantador, construído com tamanha riqueza de detalhes que é quase possível respirar sua atmosfera.

O que eu achei:

Um dos livros mais interessantes que eu já li. Começo assim esse meu comentário sobre o livro Água para Elefantes. Temática com animais e o animal em questão, um grande elefante. Não é comum ter isso nos livros.

Logo de cara, a gente vê Jacob Jankowski, um idoso de 90 ou 93 anos num asilo, nem ele se lembra ao certo, abandonado pelos filhos, quando ele passa a se recordar dos anos dourados de sua vida. Só que ele começa a pôr pra fora as suas memórias quando um circo chega nas proximidades do asilo em que ele foi largado e o livro trata da história da sua vida, que foi toda num circo de sua época.


Sua vida muda radicalmente quando ele ainda é jovem e se vê obrigado a ganahr a vida sozinho no meio da recessão vinda com a crise de 1929. Naquela época, sem dinheiro e com as ofertas em plena decadência, a única saída para Jacob Jankowski foi ingressar no circo "Irmãos Benzini - o maior espetáculo da Terra". Então, ele conhece diversos personagens bons e ruins, dentre artistas, auxiliares, tratadores de animais, o administrador e o dono do circo.

August, o administrador do circo, é supervalorizado e boa parte do livro tem a sua participação. É o antagonista e mostra ser problemático, numa época em que doenças mentais não eram diagnosticadas. Mas mesmo sendo uma pessoa perturbada, August logo simpatiza com Jacob e o coloca para trabalhar no circo. Só que August é casado com Marlena, a bela artista que faz o número com cavalos, quem Jacob Jankowski se encanta imediatamente.

Então, o livro chega no cume da história: o aparecimento da elefanta Rosie, que é taxada como burra quando é comprada de um circo que acabou de falir. 

 O que chamou bastante a minha atenção foi a perícia com que a autora Sara Gruen consegue diferenciar o estilo vibrante a alegre do jovem Jacob Jankowski com o mal humor e a amargura do idoso Jacob Jankowski. Ela empregou tão bem palavras e expressões tão diferentes que mostram a mudança de "clima" do personagem.

Fazendo uma analogia para comida, as boas comidas são aquelas que são temperadas antes. Se forem muito temperadas, ficam ruins e se tem pouco condimento, ficam insossas. A mesma coisa acontece com os livros. Os personagens são os temperos da história e devem ser colocados na medida certa, para que o livro não deixe de ser saboroso.


No livro, as personagens Marlena e Rosie - esta última é a elefanta - são os temperos da história. A humana Marlena é uma graça. Feita pela autora como se encantasse a todos; é o sal da história até porque está envolvida no romance amoroso da história. Já o "tempero" Rosie que é a elefanta, foi pouco valorizado e foi tirado pouco proveito dela. Um bom exemplo disso é que não ficou muito bem explicado como milagrosamente algum funcionário do circo sabia que a Rosie tinha sido adestrada na língua polonesa. Isso deixou o livro um pouco sem sabor.


Além disso, com o título que remete a elefanta, o enorme paquiderme deveria ter ganho um destaque um pouco maior do que teve. Isso porque o livro perde um tempo considerável tratando dos bastidores do circo em que Jacob Jankowski trabalhava, o que deixou a elefanta um pouco de lado. Só se vê falar da elefanta depois de muitas, muitas e muitas páginas do livro! E isso foi ruim.


Mas a história de amor e a vida feliz do Jacob Jankoswki que me fizeram classificar esse livro como um dos mais bonitos que eu já li. Há uma mistura boa entre o drama e a felicidade, muito embora o elefante tivesse pouco destaque. Dramas são bons, mais os finais felizes também fascinam.


Leitores, quero saber de vocês: Já leram esse livro ou algum outro que contasse a história de algum animal ou bicho?

Até a próxima!




Dados do livro:

Nome: Água para Elefantes
Autora: Sara Gruen
Tradutora: Anna Olga de Barros Barreto
Editora Arqueiro
Páginas: 272

(Post válido para o Top Comentarista do mês de Outubro!)

19 comentários:

  1. Não li o livro mas, já assisti ao filme e simplesmente amei com certeza o livro é mais interessante e rico em detalhes! Beijos
    Paula Ribeiro-bc
    www.paularibeiromoda.com.br

    ResponderExcluir
  2. Por coincidência, estou lendo esse livro.
    Tô bem no comecinho, mas estou gostando bastante.
    Por falta de tempo a leitura está um pouco "agarrada", mas pretendo colocá-la em dia.
    Gostei da sua resenha, me animou um pouco.
    Beeeijo
    BC pretobrilhante.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Também achei o livro bom, concorde que Rosie teve mesmo um espaço pequeno no livro.
    BC Orquídea Negra

    ResponderExcluir
  4. Sempre tive receio de ler esse livro, até de me interessar por ele, não sei por que. Depois dessa resenha acho que finalmente a vontade de ler esse livro bateu livre. Adoro elefantes, uma pena a autora não ter usado a Rosie direito.

    ResponderExcluir
  5. Olá, eu assiti o filme e adorei , mais quando fui ler o livro achei uma leitura bem chatinha então acabei colocando de lado, quem sabe futuramente me de coragem para termina-lo rs

    ResponderExcluir
  6. Oi Marcos, tudo bom?
    Eu já li esse livro e achei a história muito bonita. O elo criado entre o Jacob e a Rosie é algo que emociona durante a leitura. Sem contar que quando a história está no passado, é possível ver como a vida era dura e difícil naquele período nos EUA. Um livro que vai além do romance.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu apenas vi o filme, então minha ideia sobre o livro está apenas na impressão do filme. Não é meu estilo mas gostei da resenha.
    Beijos

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá Marcos tudo bem, que legal resenhar esse livro, sempre vejo ele por ai na blogsfera mas nunca li uma resenha a sua foi a primeira. Eu vi o filme e gostei mas me parece que o livro é bem mais profundo, quem sabe um dia eu leia!
    Bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  9. Não li o livro, mas assisti o filme e achei lindo.. Fiquei até curiosa pelo livro, mas sei lah, acho que não faz muito meu estilo, acabei abandonando a ideia, mas quem sabe né?
    Gostei da resenha, e assim como no livro, o filme também da pouca atenção a elefante, o que é uma pena.
    Livros de animais? Eu lá li uma coleção, quando era bem pequena, que eu amava demais, chamava o Cachorrinho Samba, eu amo até hoje, acho perfeito..

    Beijão!
    BC http://nayaraoferreira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Amo esse livro mas ainda não tive a oportunidade de resenhá-lo. Sou completamente apaixonada por Rosie e pelo temperamento louco de August. O vocabulário do livro também não fica por menos. Adorei a resenha, Marcos.

    Bjim!
    Tammy - Livreando

    ResponderExcluir
  11. Ainda não vi o filme, mas já li o livro...se ele o seguir sem muitas adaptações, nossa ele deve ser mt bom....adorei seu texto, fez uma boa resenha sobre o livro e olha que não é qualquer um que faz um bom texto, parabéns!

    ResponderExcluir
  12. Como eu amo esse livro! Hahah quero muito.

    ResponderExcluir
  13. Eu tenho muita curiosidade sobre esse livro, ja outras resenhas.
    Ele me chamou atenção mas ao mesmo tempo não quero ler.
    Tenho medo de não conseguir levar a leitura a frente e acabar não lendo
    o livro completo. Mas depois de sua resenha percebi que este livro tem
    varios fatores positivos!

    ResponderExcluir
  14. Adorei a resenha, ainda não tinha parado para ler nenhuma resenha sobre este livro. O único livro que li com animal foi Marley e Eu. Já coloquei e tirei varias vezes Água para elefantes do carrinho de compras, na próxima compra vou comprar ele.

    ResponderExcluir
  15. Eu amo esse livro <3 O que me fez querer ler esse foi justamente o fato de ter animal, circo e etc.. Achei o filme muito ruim, mas o livro é ótimo!! Adorei sua resenha!

    ResponderExcluir
  16. Ainda não li esse livro, mas tenho o outro da autora "a casa dos macacos", mas ainda não li. Acho que o único livro que tem animal foi Marley e Eu,não consigo me lembrar de outro agora.

    ResponderExcluir
  17. Já comecei a ler esse livro umas 4 ou 5 vezes, mas nunca consigo passar muito da página 50... Assisti o filme e fiquei completamente apaixonada pela história, mas tem alguma coisa que não me prende no livro... Você não é a primeira pessoa que diz que o livro é maravilhoso, e não vou desistir de ler até um ponto que consiga pelo menos terminar, pq realmente parece ser muito bom... Tomara que isso não demore demais...
    Kisses =*

    ResponderExcluir
  18. adorei a resenha, mas não sei se eu leria esse livro. Talvez nas férias, haha. Agora minha lista de próximas leituras já está cheia, haha.
    www.mundosdepapel.com

    ResponderExcluir
  19. Esse livro é encantador. O filme não é muito bom, mas o livro é brilhante. Ótima resenha!!!

    ResponderExcluir

Amigos leitores, sintam-se a vontade para comentar o post. Peço que, por favor, ao tecerem os comentários, não utilizem palavras e expressões que possam ofender os demais. Obrigada.