quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Bate-papo com Silvânia Dias

Olá leitores!!! Tudo bem?
 
Mês passado a Editora Schoba me enviou o livro Filhos da Senzala para resenhar. Eu, que amo história, adorei cada parte do livro e a forma de escrita da autora.
 
Se você não viu a resenha é só clicar aqui e conhecer a história de Francisco do Espírito Santo.
 
Hoje nós vamos inverter um pouquinho a ordem das coisas aqui no blog. Normalmente eu faço o bate-papo com o autor e depois publico a resenha do livro. Dessa vez, vocês já conheceram Filhas da Senzala e hoje é dia de conhecer a autora Silvânia Dias!!




Mari: Quando e como você descobriu que gostaria de ser escritora?

Silvânia: É engraçado, mas não houve uma “descoberta”. Muito embora, ”Filhos da Senzala” esteja recebendo excelentes comentários, ainda me sinto uma “aventureira” na literatura J. Parece que em alguns momentos não escolhemos nada e as circunstâncias nos levam para determinados caminhos.

 Mari: Qual é seu livro de cabeceira?

Silvânia: Todos os livros de Gabriel Garcia Marquez, Sobretudo, “O amor nos tempos do Cólera”.

Mari: Quais são suas inspirações literárias?

Silvânia: O passado, distante de mim por décadas e décadas ou quem sabe por séculos, me é uma inquietude constante. Certamente foi por isso mesmo que me tornei historiadora e a inspiração vem da vontade de “descobrir” a cultura e o modo de viver  de uma outra época.

Mari: Como surgiu a ideia de escrever Filhos da Senzala?

Silvânia: Costumo dizer que a história de “Filhos da Senzala” foi um presente que eu ganhei do grande universo. Não tinha pensado na ideia de publicar um romance até esbarrar com o processo de liberdade da família Espírito Santo, na ocasião de minhas pesquisas para o Mestrado.

Mari: A história de Filhos da Senzala é real? Como foi descobrir e contar a historia de Francisco e Eugênia?

 Silvânia: O processo de pedido de liberdade que Francisco levou a justiça é real. Ele, de fato, passou anos de sua vida, lutando pela liberdade de sua família. Muitos dos personagens são reais, e outros foram criados para auxiliar na composição do cotidiano e da trama.

Descobrir a historia de amor, de sofrimento e de luta desse casal, foi algo que desde o inicio me emocionou muito.  Sofri desmedida inquietude e profunda angustia durante a leitura do processo, e a cada página eu torcia para que os dois triunfassem. Criei um laço afetivo com esses personagens, J e ao fim do Mestrado eu decidi que levaria a história deles para as páginas de um romance.

 Mari: Como foi o processo para publicação de Filhos da Senzala?

Silvânia: O processo de escrita foi desenvolvido mediante uma vasta pesquisa, e um enorme cuidado com as questões históricas. Foi um livro elaborado com muito zelo e sem pressa, para que o resultado pudesse se aproximar do modo de viver, pensar e de agir da sociedade oitocentista. Durante o processo de edição os cuidados permaneceram os mesmos, e contei com o apoio da equipe da Editora Schoba, que sempre compreendeu minhas preocupações com a qualidade do livro. Foram atentos, cuidados e sempre solícitos com os meus anseios e juntos buscamos levar ao público uma história construída com máximo cuidado e dedicação.

 Mari: Quais são seus planos para esse final de 2014 e para 2015?

Silvânia: 2014 está sendo um ano muito especial para mim pela finalização do projeto de publicação de “Filhos da Senzala”J. Estou trabalhando nas pesquisas e fazendo levantamento de material para o próximo livro, e espero ter inspirações em 2015 para escrever um novo romance. Não faço muitos planos, apenas sou infinitamente grata pela vida, e celebro cada dia o milagre de estar no mundo, mesmo que o dia não tenha sido tão bom J

Mari: Em quais redes sociais seus leitores podem te achar?

Silvânia: Podem entrar em contato através do Facebook. Em breve a página estará reformulada e bem interessante. Ou pelo e-mail: silvaniadias.mg@gmail.com

Mari: Qual conselho você daria para aqueles que também tem vontade de escrever um livro?

Silvânia: Minha experiência nesse campo ainda é tão pequena J... Mas eu diria que é indispensável muita leitura sempre! Muita pesquisa, dedicação, e, sobretudo, paixão! Escrever é estar apaixonado pelas palavras e pelo mundo de imaginação e fantasia que elas proporcionam...  

Silvânia, desejo a você todo o sucesso! Eu li Filhos da Senzala e percebi o quanto de cuidado e trabalho você dedicou à história! Realmente me apaixonei pela sua escrita e estou ansiosa pelos próximos livros!!

Obrigada por conversar comigo e com os leitores do blog!!

Leitores, não deixem de conferir a resenha de Filhos da Senzala. Se você é um apaixonado por História como eu, tenho certeza que vai amar! Recomendo!


Com carinho,


12 comentários:

  1. Oi Mari,

    Amei a entrevista fiquei morrendo de vontade de ler o livro espero poder ler muito em breve adoro livros que contam história de escravos.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  2. Depois desse bate-papo fique com muito vontade em ler o livro d Silvania, e adorei saber como foi todo o processo relacionado a criação do livro! :D

    ResponderExcluir
  3. Eu não conhecia o livro, vim conhecer ele através da resenha aqui do blog, adorei a resenha e adorei poder conhecer um pouco mais da autora.

    ResponderExcluir
  4. Ei, Mari, tudo bem?

    Adorei a entrevista com a autora. Ela é super simpática. Eu lembro da resenha desse livro, gostei bastante da premissa. Pena que ando meio enrolada com as minhas leituras no momento =(. Muito sucesso para a Silvania

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá Mari...
    Achei a autora muito simpática, eu ainda não li o livro, mais talvez futuramente eu venha a lê-lo, parece ser uma história legal e o melhor é você saber que é baseado em fatos reias...bjos

    ResponderExcluir
  6. Ainda nem vi a resenha do livro, mas vou procurar aqui, fiquei interessada. Parabéns pela entrevista, isso é sinal que o blog só está crescendo.

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia este livro! Sinceramente eu gostei!
    Adoro este bate-papo pois e maneira de conhecer melhor os
    autores e descobrir de onde vem tanta inspiração para
    criar obras tão belas!

    ResponderExcluir
  8. Adorei a entrevista, deu pra perceber como Silvania é inteligente e dedicada. Saber que é um história real foi mais legal ainda.

    ResponderExcluir
  9. Passei a conhecer o livro pelo Blog e simplesmente AMEI! Gostei muito eme animei, acho até que irei comprar. O que falta é apenas o dinheiro. kkkk

    ResponderExcluir
  10. Muito boa a entrevista! ♥
    www.mundosdepapel.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Mari. tudo bom?
    Muito bacana o livro ter surgido por meio do mestrado. Lembro da resenha desse livro e fiquei bem interessada na história. Uma premissa emocionante que eu adoraria ler. Desejo muito sucesso nos próximos trabalhos da autora.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Muito bom conhecer mais um pouquinho a autora por trás da obra... Achei muito interessante que uma pesquisa para mestrado tenha resultado em inspiração para um romance... Muito simpática a escritora!
    Kisses =*

    ResponderExcluir

Amigos leitores, sintam-se a vontade para comentar o post. Peço que, por favor, ao tecerem os comentários, não utilizem palavras e expressões que possam ofender os demais. Obrigada.