sábado, 13 de setembro de 2014

De Repente, Ana

Olá leitores queridos! Espero que estejam todos bem.

No post Leituras de Agosto + Leituras de Setembro e Novo no Cantinho (aqui) eu mostrei para vocês os livros que eu ganhei das amigas blogueiras, lembram? De repente, Ana, nossa resenha de hoje, foi um presente da Andressa do blog Livros e Chocolate Quente e eu aproveitei que a Marina Carvalho estava na Bienal e consegui autografar o meu livro!! Obrigada Dressa!!

Conheci a Marina Carvalho na Bienal do Livro ano passado aqui no Rio, comprei Simplesmente Ana naquela oportunidade e ele foi o primeiro livro que li pós-bienal, lembro que li super rapidinho e quis logo a continuação.

Um ano depois aqui estou eu novamente falando de Marina Carvalho, Ana, Alex e todos os outros personagens dessa história tão gostosa! 

Se você ainda não leu Simplesmente Ana peço desculpas, mas terei que falar um pouco sobre ele na resenha. Para não deparar com qualquer spoiler do livro 1, fique à vontade para não ler o restante da resenha. Me esforço ao máximo para não contar nada além, as minhas resenhas não têm spoiler, mas, é quase impossível falar sobre uma continuação sem contar uma coisa ou outra do livro anterior, concordam? De qualquer forma, tem resenha de Simplesmente Ana aqui, só clicar! =)

O que diz a contracapa:

De Repente, Ana
Ana decidiu viver permanentemente na Krósvia, e tudo está às mil maravilhas. Além do  namoro cada vez mais sério com Alexander, ela tem um emprego fixo na embaixada brasileira e dedica parte de seu tempo às meninas do Lar Irmã Celeste. Mesmo cumprindo tantos compromissos sociais como princesa, Ana nunca foi tão feliz. Porém, de uma hora para outra, tudo muda. Seu pai, o rei Andrej Markov, sofre um grave acidente e vai parar na UTI. Não resta alternativa: Ana vai ter que assumir o trono da Krósvia e governar a nação. Pouco – ou quase nada – familiarizada com a função, ela vai precisar de ajuda não só para reger o seu país, mas também para manter perto de si aqueles que ama. Muita gente está interessada no seu fracasso.




O que eu achei:

A vida de Ana parece ter, finalmente, entrado nos eixos. Está morando no palácio do pai na Krósvia e se encontrou no trabalho na embaixada e causas sociais. Seu namoro com Alexander (quem lembra do fofo do Alex?) parece estar as mil maravilhas e Ana se divide entre a vida de Princesa da Krósvia e as férias com o namorado no Brasil.

No entanto, toda essa paz que Ana estava começando a se acostumar é ameaçada por um acidente aéreo que deixou seu pai, o rei Andrej Markov, internado em um hospital, em estado extremamente grave. Ana e Alex estavam no Brasil quando receberam a notícia e correram o mais depressa possível de volta à Krosvia.

Durante o voo Ana só tinha em mente a necessidade de ver o pai. Ela bem que tinha tido um sonho estranho em que o rei Andrej era vítima de um acidente em seu avião particular mas ficou mais calma ao ligar para o pai e ver que ele estava bem, rindo da preocupação da filha. Mas agora, aquele pesadelo era real e ela estava a caminho de enfrentar essa nova realidade.

Ana soube que seus planos de ir direto ao hospital e permanecer com seu pai todo o tempo em que ele estivesse internado foi por água abaixo ao chegar na Krósvia. Dezenas de jornalistas a esperavam ainda no aeroporto e outro grupo estava a sua espera na entrada do hospital. Por mais que Alex tentasse protegê-la, era por uma declaração da princesa que a imprensa estava ávida e Ana logo saberia o porquê.

Ainda no hospital, sem descansar, com a roupa que saiu do Brasil, Ana se deparou com autoridades da Krósvia e recebeu a notícia que, segundo as leis do país, enquanto o rei Andrej estivesse desacordado e impossibilitado de governar  ela deveria assumir o trono da Krósvia.

De repente, ser princesa (ops, rainha) não era nada parecido com as histórias da Disney que víamos na infância. Leis, decisões a tomar, conquistar o povo, lidar com a oposição e ainda não se deixar abater pelas notícias que eram veiculadas envolvendo seu nome. Da noite para o dia Ana teve que aprender a administrar um país, preocupada com a saúde do seu pai e tendo cada vez menos tempo a dedicar para Alex. Além disso, Laika (isso mesmo, a nome de cachorro) parece que voltou das cinzas para rodear Alex e tirar Ana do sério.





Eu gostei bastante da continuação, acho que sempre vou querer mais e mais de Ana e Alex. Foi ótimo ver Ana lutar para conquistar o seu lugar e provar o seu valor. Apesar de achar a história de Ana um tanto quanto previsível nos dois livros, foi uma história que eu gostei de acompanhar. É de leitura rápida e eu adoro histórias de princesas!

Não li ainda outros livros da autora, mas gosto muito da escrita da Marina, além de ela ser super simpática com todos que a procuram para fotos e autógrafos.



E vocês, também acompanham a história da Ana?

Espero que gostem!

Com carinho,








Dados do livro:

Nome: De repente, Ana
Autora: Marina Carvalho
Editora: Novo Conceito
Páginas: 320






15 comentários:

  1. Oi, Mari!
    Estou querendo ler esse livro, porém ainda não li o primeiro.
    O enredo dele parece que prende muito o leito, estou mito curiosa para lê-lo.
    Beijos
    Construindo Estante

    ResponderExcluir
  2. Nossa Mari você falando sobre o livro ele me lembra de a seleção, rs espero poder ler ele em breve , bjos

    ResponderExcluir
  3. Oi Mari. Tenho muita vontade de ler esse livro e o primeiro, todo mundo fala super bem da história e da autora. Acho legal essas histórias de princesa que viram princesas de repente, rs

    ResponderExcluir
  4. Sinceramente, prefiro A seleção. SHUASHUASHUA
    Você escreve bem, Mari. Gostei.

    ResponderExcluir
  5. Oi Mari.. Quero tanto ler De repente Ana.. Se eu estivesse comprando livros no momento esse seria um dos primeiros..

    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
  6. Oi Mari!
    Acabei de ver sua resenha sobre o vol. 1. A história parece encantadora e eu amo histórias de princesa!!! Já tinha ouvido falar da Marina através de um blog de uma amiga. O enredo me chamou atenção, mas eu deixei pra lá. Só que agora vou ter que comprar esse livro!! OMG Tenho certeza que vou amar por dois motivos: Princesas e autora brasileira! Bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá Mari!!
    Como não li ainda a estória da Ana, li a resenha do vol . 1. O livro realmente parece bom, e ele está na minha lista de desejados. Acho legal essa mistura de realidade com contos de fadas, mas espero não encontrar semelhanças com a História da Mia, da Meg Cabot.

    Beijos, Vi.

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?
    Esses livros super me lembram "O diário da princesa", acho super fofo. Mas, dependendo do tipo de romance clichê, não me chama muita atenção. Ainda mais quando é um tanto previsível :(
    Um dia, quem sabe, dou uma chance para esses livros.
    Super beijos <3
    http://livros-cores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, Mari!

    Eu nunca li (acho que nem pretendo ler) "Simplesmente Ana" e sua continuação. A história, o gênero, nada me chama minha atenção para o livro. Não estou falando mal, até porque não posso julgá-lo por isso. A Marina Carvalho é muito simpática e atenciosa e eu a desejo muito sucesso....

    bjs
    hollywoodemcasa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. quero muito ler, adoro romances piegas, contos de fadas,
    tenho certeza que vou amar...

    ResponderExcluir
  11. Acho maravilhoso esse crescimento dos autores nacionais... Ainda não li essa história, mas sou louca para conseguir ler logo Simplesmente Ana... Já ouvi falar muito bem e é bem o tipo de livro que eu gosto... Me lembrou um pouco O Diário da Princesa kkk
    Kisses =*

    ResponderExcluir
  12. Ainda não li o primeiro livro, mas quero muito ler, e em seguida ler este !

    ResponderExcluir
  13. Olá Mari!! Tenho o primeiro livro na estante, mas ainda não tive a oportunidade de ler, sempre leio boas resenhas, tanto sobre o primeiro como este, e creio que seria uma leitura que me agradaria bastante, por leve.Ainda mais por ser de autora nacional!!
    Beijos♥

    ResponderExcluir
  14. Oi Mari, tudo bom?
    Estou louca para ler De repente, Ana, pois eu também amei Simplesmente Ana. A Marina Carvalho tem uma escrita fluida e agradável. Apesar disso, eu concordo quando você fala que a história é um pouco previsível. Mesmo assim estou mega ansiosa para rever Ana e Alex.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Não tenho muita vontade de ler esse livro, mas adoro a capa, confesso que não li sua resenha, mas vai que eu acabo mudando de ideia né (e isso acontece com frequência comigo).

    ResponderExcluir

Amigos leitores, sintam-se a vontade para comentar o post. Peço que, por favor, ao tecerem os comentários, não utilizem palavras e expressões que possam ofender os demais. Obrigada.