quinta-feira, 19 de junho de 2014

Lola e o Garoto da Casa ao Lado

Oi gente, tudo bem?
 
Voltei com mais uma resenha. Este livro eu ganhei de Páscoa do meu namorado. Isso mesmo, na esperança de diminuir um pouco o meu vício por chocolate, combinei com ele que não queria ovo, mas um livro. Ele, leitor apaixonado como eu, aceitou na hora, mas não deixou de me dar chocolate também, rsss!
 
O que diz a contracapa?
 

A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda… ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro. Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.*
 
*sinopse retirada da página do livro no Skoob




O que eu achei?

Eu já tinha lido outro livro da Stephanie Perkins que fez com que eu me apaixonasse por sua escrita. Anna e o Beijo Francês me conquistou (resenha aqui) e eu fiquei ansiosa para conhecer outra história da autora.

Em Lola e o Garoto da Casa ao Lado conhecemos Lola Nolan, estudante e aspirante a estilista. Nunca vai para a escola com o mesmo look e é raro ser vista com o seu cabelo natural. Sempre com perucas coloridas e acessórios, não se importava com a opinião das pessoas, mas gostava de imprimir a sua personalidade nas roupas.

Sua vida parecia estar nos eixos, seu projeto para o look de Maria Antonieta para o baile estava encaminhando e tinha um namorado lindo, integrante de uma banda de rock, que faria as outras garotas da escola morrerem de inveja e causava tanta "dor de cabeça" para seus pais Nathan e Andy (o casal gay mais fofo da literatura!).

Mas, o que Lola temia um dia aconteceu, a casa ao lado que permanecia vazia amanheceu cheia de caixas e movimentação de mudança. Lembranças dos seus antigos moradores passaram a povoar os pensamentos de Lola e ela só podia torcer para que ele não estivesse lá.

Ele estava. Cricket Bell, e sua irmã Caliope, voltaram a morar na vizinhança fazendo com que um sentimento, até então  dolorosamente esquecido, voltasse a aterrorizar o coração de Lola.

A partir desse momento na história passamos a conhecer qual era o relacionamento de Lola com o casal de gêmeos da casa ao lado e o porque de a mudança repentina ter mexido tanto com os seus sentimentos.

 O livro aborda, de uma forma gostosa de ler, assuntos como o primeiro amor, coração partido, amizade. Mas também aborda um lado mais sofrido da vida de Lola, como sua mãe biológica e o conflito com um namorado não muito sociável.

Como bônus, podemos matar a saudade de dois personagens super queridos: Anna e St. Clair, que conhecemos em Anna e o Beijo Francês! (Adorei!!!!).

Meninas, aproveito para alertá-las, assim como St. Clair, Cricket Bell também vai conquistar um espaço no coração de vocês, acreditem em mim!

Super recomendo!!

Com carinho,


 Dados do Livro:

Nome: Lola e o Garoto da Casa ao Lado
Autor: Stephanie Perkins
Tradução: Robson Falchetti Peixoto
Editora: Novo Conceito
Ano da edição: 2012
Páginas: 288

 

9 comentários:

  1. Essa autora parece ótima, quero muito "Anna e o Beijo Francês", e parece que mais outro acaba de entrar na lista, haha! Adorei a resenha. Beijos.

    The Lord of Thrones

    ResponderExcluir
  2. ahhh!! Já com esse livro aqui, acho a capa uma fofuraaaa
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oii! Conheci seu blog por acaso e adorei!!!
    Você pode dar uma olhadinha no meu também, por favor? Comecei há pouco tempo e queria uma opinião "do mercado" hahah
    MUITO obrigada :)

    Beijos,
    Mariana.
    nuvem41.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Mari, tudo bom?
    Sou doida para ler esse livro porque preciso ler outra coisa da autora. Confesso me protegendo das pedras que não gostei tanto assim de Anna e o Beijo Francês. Tudo por causa do St. Clair.
    Cricket Bell.... que nome diferente! Acho que essa narrativa vai me conquistar bem mais.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá Mari é a primeira vez que vejo o seu blog e devo dizer que gostei bastante da sua escrita :) Bom trabalho

    Beijos
    thatstory1.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Ana e o Beiji Francês está na minha estante há séculos, esperando eu pegá-lo para ler... por que a gente faz isso ein? Vai comprando, comprando e nada de ler.. rsrsrs

    E sorte a nossa por termos namorados fofos que entendem nossa necessidade de livros ( o meu acho que é mais viciado que eu!! kkk)

    Beijinhos amiga
    www.serleitora.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, Mari, tudo bem?

    Não cheguei a ler Lola, li só Anna e até que curti a leitura. Gosto de chick lits levinhos então foi um bom passatempo. Acho que vou curtir esse tb

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oiee

    Adorei a resenha , tenho esse livro em casa e um bom tempo e pretendo ler em breve ja li Anna e o Beijo Francês e gostei bastante tomare que seja uma leitura que me conquiste :)

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  9. ei Mari
    esse livro parece ser uma gracinha mesmo, tenho muita vontade de ler. Ainda não li Ana e o beijo francês, mas já ouvi falar que esse é melhor, rs.
    Eu amo livros, amo ler, mas não sei se abriria mão de chocolate, kkkk. Talvez reduzir a quantidade de chocolate (como fiz na páscoa desse ano), mas abrir mão não, kkkk

    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Amigos leitores, sintam-se a vontade para comentar o post. Peço que, por favor, ao tecerem os comentários, não utilizem palavras e expressões que possam ofender os demais. Obrigada.