terça-feira, 26 de novembro de 2013

Bate-papo com Ize Chi Kiohaan

Queridos leitores! Tudo bem?

Hoje eu estou animadíssima para apresentar mais uma autora brasileira para vocês!

Vocês estão gostando de conhecer as obras dos nossos escritores? São autores do nosso tempo que merecem toda a nossa atenção, pois dedicam um tempo incalculável das suas vidas para colocar um pouco mais de imaginação à nossa!

O nosso bate-papo de hoje é com a escritora Ize Chi Kiohaan. Estudante de Direito (já me identifiquei com ela aqui...rss) e autora do livro A Herdeira do Mar (tem resenha vindo por aí), Ize aceitou o meu convite e respondeu as perguntinhas do blog!

Já posso adiantar que li A Herdeira do Mar e estou encantada com a história! Preciso me segurar e guardar mais detalhes para a resenha que logo logo estará no ar aqui no blog!

Mas hoje é dia de conhecer um pouco melhor aquela que criou um mundo tão encantado como o de Cordélia e Morgan. Vamos lá?!



Mari: Quando e como você descobriu que gostaria de ser escritora?

Ize: Eu acredito que ninguém simplesmente acorda um dia e pensa “quero ser escritora!”. Não é uma decisão saudável (financeiramente falando) para a vida, sabe? rsrs
Eu sempre li muito, e gostava de escrever. Comecei com fanfics ambientalizadas no mundo de Harry Potter, e depois as ideias originais surgiram. Não tive nenhum insight momentâneo de que queria ser escritora, tal como as pessoas (às vezes) tem com uma carreira. Tanto que eu sigo na área jurídica, onde atuo, independente de ser escritora.

Mari: Qual é o seu livro de cabeceira?

Ize:Isso seria o mesmo que livro favorito? Se for, não tenho nenhum. Gosto de muitos, e seria impossível escolher um único para reler (até porque já tenho o hábito de reler todos que gosto).

Mari: Quais são suas inspirações literárias?

Ize: Hum, acredito que Sidney Sheldon tenha sido minha principal inspiração. Eu li basicamente todas as obras dele desde os meus doze anos, repetidamente. Sempre amei a forma como ele conseguia escrever sobre qualquer cenário – mercado imobiliário, advocacia, roubos internacionais, medicina – de forma tão intensa! As obras dele mostravam que ele era um excelente pesquisador, além de mestre da ficção. Não há livro dele em que eu não fique presa do início ao fim! Teve outros autores, como Bernard Cornwell, mas diria que o Sr. Sheldon foi realmente minha maior inspiração.

Mari: Como surgiu a ideia de escrever A Herdeira do Mar?

Ize: Não sei dizer ao certo. É só que chegou em um ponto em que percebi que as fanfics não eram suficientes para mim; eu queria histórias próprias, e comecei a pensar nelas.

Chegou um momento que pensei em várias diferentes (motivo pelo qual tenho outras duas sagas na minha mente), mas AHdM ganhou mais espaço quando sonhei com a história.

Foi mais ou menos assim: acordei com a sensação de que sonhei algo bom, mas não conseguia lembrar. Fui tomar um banho e, enquanto estava embaixo d’água, lembrei a cena: era de uma garota nadando, sem se preocupar em respirar. Dali cortava para ela conversando com alguém, que explicava o que ela era.

Não é um sonho explícito, mas para quem tem imaginação, consegue desenvolver muito a partir daí. O engraçado é que nunca havia pensado em escrever especificamente sobre sereias; a ideia só surgiu depois desse sonho.

Mari: Você se identifica com alguma personagem do livro?

Ize: Nenhum rs

Tem gente que acha que o personagem é um reflexo do autor, mas a verdade passa muito longe na maioria dos casos. Os escritores tem a capacidade de criar uma nova pessoa, como se fossem os deuses dentro de seus próprios universos. Eu criei meus personagens pensando na interação que eu queria entre eles, e em como eles reagiriam a certas situações já pré-determinadas na minha mente. Foi algo quase imprevisível, pois o resultado final de suas personalidades ficou diferente do que eu visualizei inicialmente; o que, claro, não quer dizer que seja algo ruim. Mas, tanto primeira ideia como no resultado final, não me identifico diretamente com nenhum dos meus personagens.

Mari: Confesso que estou doida pela continuação de A Herdeira do Mar, já tem uma previsão?

Ize: Previsão é algo em aberto, uma perspectiva, não uma promessa. Só deixando claro, caso me cobrem posteriormente rs

Bom, eu gostaria de até meio de 2014 ter terminado o 2º livro, mas, realmente, não posso prometer. Tantas coisas acontecem em minha vida que fica difícil dar certeza a respeito.

Mari: Você já tem ideias para o próximo romance?

Ize: Eu escrevi “A Herdeira do Mar” com a ideia fixa em uma trilogia, por isso, já tenho a história inteira dividida em minha mente. O primeiro livro foi sobre Cordélia se conhecendo, e o 2º, é sobre ela conhecendo verdadeiramente o povo do mar, e o que 18 anos de guerra fez com o mesmo. O 3º livro será ela efetivamente tomando seu lugar de direito, e tudo que ela precisa enfrentar para que isso ocorra. Em ambos os livros, conheceremos mais sobre o vilão Zózimo com a revelação de seu passado.

Mari: Em quais redes sociais seus leitores podem te achar?

Ize: Eu respondo relativamente rápido os e-mails enviados pelo site (www.aherdeiradomar.com.br) ou diretamente para meu e-mail (ize.chi.kiohaan@gmail.com). Mas podem me localizar no meu twitter (@IzeChi) ou na página do livro no facebook (facebook.com/AHerdeiraDoMar).

Mari: Qual conselho você daria para aqueles que também têm vontade de escrever um romance?

Ize: Sigam seu instinto. Pode parecer um conselho vago, por isso, vou tentar explicar: não tentem imitar ninguém. Por mais que você goste de como o autor X escreve seu livro, a sua forma de escrever pode ser bem diferente da dele.

Veja meu exemplo: amo as obras do Sidney Sheldon, mas à medida que eu escrevia, percebi o quanto a minha forma de escrita passava longe da dele. Se você curte, por exemplo, livros escritos em 1ª pessoa, faça o teste: tente escrever e seja sincera na hora de opinar se está bom ou não. Eu descobri que era uma forma de escrever que não servia para mim, preferindo escrever em 3ª pessoa, o que me rendeu uma escrita muito mais fluída, de uma forma que eu me sentia bem ao fazê-lo.

Não se force à um estilo de escrita só porque você acha que será o que atingirá melhor um público. Confie no seu instinto, no que você percebe ser melhor para você, antes de seguir em frente.




Leitores, eu adorei conhecer a Ize. Quando terminei a leitura de A Herdeira do Mar já fui correndo para o facebook procurá-la pedindo uma continuação! Rssss! Ela, sempre muito solícita, prontamente me mandou as respostas das nossas perguntas.

Adorei a forma como ela aconselhou aqueles que desejam seguir os passos literários. Eu sempre coloco essa pergunta porque não é segredo para vocês, meus leitores, que ser escritora é um dos meus maiores sonhos! Gosto de ouvir a opinião de quem está trilhando este caminho e saber o que me aguarda lá na frente (se Deus quiser).

Sei que muitos de vocês também nutrem esse sonho em seus corações. E essa é mais uma razão de eu querer sempre trazer novos autores brasileiros para conversar com a gente e apresentar para vocês suas histórias. O sonho é possível, basta correr atrás!

Ize, mais uma vez obrigada pela disponibilidade. Seja bem-vinda!

Leitores queridos, a resenha de A Herdeira do Mar não tardará, prometo! Enquanto isso, que tal visitar o site? Tenho certeza que vão gostar muito!

Espero que gostem!

Com muito carinho,

Mari


4 comentários:

  1. Eu admiro muito os autores nacionais, pois como ela disse: a profissão é uma superação (principalmente na parte financeira). Tô adorando seus posts com essas entrevistas Mari!
    ;)
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Mari

    Adorei a entrevista muito legal conhecer um pouco mais dos autores brasileiros eu tenho surpreendido muito !

    Ansiosa para ler a resenha de A herdeira do Mar.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  3. Adorei responder a entrevista, flor! E estou louca pra ler sua resenha =)

    ResponderExcluir
  4. Adorei conhecer ela..
    Obrigada pela dica! Uma vez também tive um sonho e quis escrever, mas fiquei com medo e e deixei só como um velho rascunho na gaveta! rsrs
    beijos
    FB
    http://neuradosvinte.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Amigos leitores, sintam-se a vontade para comentar o post. Peço que, por favor, ao tecerem os comentários, não utilizem palavras e expressões que possam ofender os demais. Obrigada.