quinta-feira, 30 de maio de 2013

Soneto


Porque eu sou fã nº 1 de tudo o que ele escreve...




"Karol, vigoroso como a luz do sol


Nascido no Leste, vindo de onde nasce o sol,

“De Labore Solis”, dele São Malaquias previu:
Deveras trabalhou, com judeus até jogou futebol,
Tendo feito do amor a Deus sua força pastoril.



Galgou barreiras com a serenidade cativante,

Assim foi além da sua época, além da memória.
Agiu no sacro muro Judeu como conciliante,
E por erros alheios desculpou-se com a história!



Derrubado por disparos no dia da Imaculada,

O Santo Padre, por ato de bondade, perdoou
seu algoz, vendo o mundo sua fé humanizada.



Geriu a Igreja mesmo com saúde acometida,

que ainda frente ao Parkinson não titubeou.
E tudo isso fez dele um santo ainda em vida!"

                                                                                   Pat O'Reilly





Ao nosso saudoso Papa João Paulo II.

2 comentários:

  1. Esse soneto concorreu no VIII concurso de poesia da OAB/SP em 2012!

    ResponderExcluir

Amigos leitores, sintam-se a vontade para comentar o post. Peço que, por favor, ao tecerem os comentários, não utilizem palavras e expressões que possam ofender os demais. Obrigada.